sábado, 27 de junho de 2009

Moonwalker

Ainda sobre o Michael, o Bruno (Urbe) relembra o que é obrigatório para todos os ratos de fliperama do começo dos anos 90: Moonwalker. A minha principal lembrança disso é do rebuliço no Sideral aqui em BC, quando meus amigos vinham me falar praticamente tendo espasmos e babando: "VOCÊVIUCARA?CHEGARAMVÁRIASMÁQUINASNOVASNOFLIPER,UMADELASÉCOMSEISBOTÕES,OUTRAÉDASTARTARUGASNINJAQUEDÁPRAJOGAREMQUATRO,EOUTRAÉDOMICHAELJACKSON,CAAAAAAAARAAAAAA!" Se é difícil pra você ler isso, imagina ouvir por trás de toda a baba e rostos derretendo. Foi nessa época que a gente experimentou um pouquinho do gosto de ser malaco, tentando colocar palitos de picolé e alumínios de Nescau pra ver se a máquina aceitava como ficha.
Apesar de possuir a trajetória mais humilde, se comparando com os outros dois jogos, Moonwalker tinha a seu favor o fato de possuir, disparado, a melhor trilha sonora (o que sempre chama a atenção, em um universo de blips e blops), e uma jogabilidade boa. Tá certo que a grande maioria vai se lembrar da versão pra MEga Driver e Master System, que nem chegam aos pés do arcade. Belíssima lembrança.

4 comentários:

CostadeSSouza disse...

sensacional. lembro vagamente da versão do master system. arcade só jogo corrida ou luta.
o foda é que eu tava me divertindo ao ver o vídeo até que desisti, olhei na barra e ainda faltavam uns 20 minutos. PQP o cara gravar o jogo inteiro.
abraço

Anônimo disse...

po, nunca joguei esse aí. eu sempre alugava a versão pra mega-drive.

Anônimo disse...

eu sempre fui contra jogar em fliperamas... principalmente qdo não se tinha grana pra se gastar nestes lugares, a gente sempre é contra ehehhehhehe... mas, me diverti muito jogando Moonwalker na versão vídeo-game (provavelmente, MegaDrive)... :-)

chiphead disse...

ATUALIZA AEO VIADO.